Homens estavam caçando quando mataram idoso no Konder

Elisandro Rivaldo Otto (esquerda) e Aldérico Pereira (direita)
A investigação da Polícia Civil teve uma reviravolta na manhã deste sábado (10), onde dos três presos na sexta-feira (09), apenas um permanece preso e já está com pedido de prisão preventiva feita pela PC de Caçador. Na manhã deste sábado, dois outros homens foram detidos suspeitos de participarem do latrocínio que tirou a vida de Antônio Dias de 86 anos, morto no dia 24 de novembro na propriedade de seu genro no Adolfo Konder.

Segundo o que as investigações apontaram, três dos quatro detidos na sexta-feira, não tiveram participação no latrocínio ocorrido no dia 24 de novembro, mas um permanece presos por posse de arma de fogo e outro foi detido em flagrante por estar com um rádio comunicador na frequência da Polícia Militar.
Já na manhã deste sábado, a Polícia Civil de Caçador prendeu Aldérico Pereira suspeito de terem participado da morte de Antônio Dias. Um dos presos na sexta-feira, Elisandro Rivaldo Otto, também é suspeito de participar da morte do idoso. 
Segundo o delegado Fabiano Locatelli, responsável pelas investigações, os homens estavam caçando na propriedade onde o idoso morava e por várias vezes ele gritou para os caçadores saíssem da sua propriedade, não obedecendo à ordem, os envolvidos atiraram e mataram o idoso que também estava armado.
Ainda segundo informações do delegado, Aldérico Pereira, apontado como participante do latrocínio e preso na manhã deste sábado em sua casa é o mesmo homem, vítima de tentativa de homicídio onde ele estava com sua família tomando banho no Rio do Peixe e foi alvejado por dois disparos de arma de fogo no dia 06 de novembro no bairro Nossa Senhora Salete. Os suspeitos de tentarem tirar sua vida já foram presos pela Polícia Militar de Caçador.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com palavrões, ofensa moral, xingamentos ou que possa denigrir a imagem de alguém ou do blog não serão aceitos.