Estudantes desenvolvem aplicativo para denúncias ao Procon

As alunas do curso Técnico em Informática do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de Caçador, Joslaine Moreira e Talita Goeten Ribeiro, apresentaram ao diretor do Procon, Carlos Alberto Pegoraro e demais servidores do Procon e setor de Informática da Prefeitura, um projeto para o desenvolvimento de aplicativo via internet, com acesso por computadores, celular e tablet, denominado “Aplicativo Procon”, que possibilita ao consumidor acesso rápido ao órgão para denúncias e reclamações.

A idealizadora do projeto foi a aluna Talita Goeten Ribeiro. Ela explica que a ideia surgiu após uma palestra na Escola Paulo Schieffler ministrada pelo diretor do Procon Carlos Alberto Pegoraro, e então percebeu a necessidade do consumidor em acesso mais rápido principalmente para denúncias quanto ao direito do consumidor. A jovem aplicou a ideia em seu pré TCC convidando a colega Joslaine para contribuir, ambas sob a orientação do professor Zeno França Junior e apoio do Senai de Caçador.
“Com isso resolvemos procurar o diretor do Procon, que achou inovador e nos apoiou, apresentamos também no Mundo Senai e ficamos em primeiro lugar, o publico adorou. Também contamos com a ajuda dos colegas Scheiner Guedes, Diogo e Maurício, para organizar pequenos erros de interface, e o objetivo é levar a nível estadual e nacional e mostrar a capacidade profissional que o Senai fornece e também mostrar para muitos que existem pessoas com potencial em Caçador”, destaca Talita.
A aluna Joslaine disse que a ideia da colega foi genial e prontamente aceitou o desafio em estudar o desenvolvimento do aplicativo. Ela também aproveito para em nome da dupla de estudantes, agradecer o empenho dos colegas já citados, assim como o professor Zeno e a professora Silvia Comelli. “Também agradecemos a todos do Procon por nos dar a oportunidade de apresentar este projeto e mostrarmos nosso potencial”.
Carlos Alberto Pegoraro, diretor do Procon de Caçador, comenta que o aplicativo será muito útil para melhorar o canal de comunicação entre o consumidor e o órgão, acrescentando também que o consumidor será beneficiado no que se refere a rapidez e acesso para suas reclamações e esclarecimentos para suas dúvidas e denúncias.

“Quando criamos o programa “Procon nas Escolas”, pensamos primeiramente no cidadão que possui pouco acesso as informações, em seguida fizemos convênio com a Uniarp, Secretaria de Educação e por fim com a Secretaria de Assistência Social, envolvendo grupos de mulheres e grupo de idosos, transmitindo os ensinamentos do que se refere ao Código de Defesa do Consumidor, direitos e deveres. É muito gratificante poder compartilhar nossos conhecimentos junto a comunidade, pois só através da educação é que conseguiremos melhorar a vida dos cidadãos caçadorenses e este aplicativo será muito bem vindo após seu desenvolvimento final”, declara Pegoraro.

ASCOM PMC 
Divulgação

Um comentário:

  1. Parabéns aos alunos por desenvolver aplicativo pensando em melhorias, agora é divulgar e esperar bons resultados.

    ResponderExcluir

Comentários com palavrões, ofensa moral, xingamentos ou que possa denigrir a imagem de alguém ou do blog não serão aceitos.