Temporal causa estragos em pelo menos 22 pontos de Caçador

As fortes chuvas que caíram sobre Caçador na madrugada desta terça-feira (25), causaram vários transtornos em boa parte do município. Os Bombeiros Voluntários e a Defesa Civil registraram pelo menos 22 pontos com várias ocorrências devido o temporal.

Segundo informações do Coordenador da Defesa Civil do município, Sergio Eloy Bisotto, esta quantidade de chuva não era prevista para Caçador e nem região. “Primeiramente que esta quantidade de chuva não estava previsto nem para Caçador, Videira e Concórdia, que são os primeiros municípios que já temos informações que também foram atingidos com grande intensidade”.
Bisotto fala ainda que Caçador registrou vários pontos de Caçador foram afetadas devido o grande volume de chuva. “Em vários pontos, que são as mais baixas do município foram afetadas, é claro que toda a malha viária, principalmente ruas com macadame, com pedra brita houve danificação quase que total e pontos onde constantemente alagaram, foram atingidos novamente. Nós temos as duas barragens construídas, as duas a água passou por cima pois foi uma quantidade muito elevada de chuva onde tivemos em torno de 80 mm em 40 minutos. É mais da metade de chuva prevista para o mês em 40 minutos” disse.
Ainda segundo Bisotto, os bairros onde mais choveu foram o Bom Jesus, Municípios e Reunidas. “Esses bairros foram a região que mais choveu na cidade e também onde tivemos mais alagamentos”.
Os Bombeiros Voluntários receberam um total de 56 chamados entre as 2h30 e 4h30 da madrugada, esse montante soma 22 ruas atingidas, além de duas quedas de barreira, sendo uma na SC 350 sentido Taquara Verde, proximidades do antigo Moinho e a outra próximo da divisa entre Caçador e Rio das Antas na SC 135.
Devido a grande quantidade de barro que acumulou em cima da pista na SC 350 sentido Taquara Verde, duas carretas ficaram encalhadas e foi preciso que uma máquina da Secretaria de Infraestrutura da Prefeitura de Caçador raspasse o barro e ainda os bombeiros fizeram a limpeza e desobstrução da via.
Bisotto comenta que devido a grande quantidade de chuva e uma lavoura irregular contribuíram para a interdição da SC 350. “Nessa situação temos alguns fatores que contribuíram com isso, primeiro é a quantidade de chuva, segundo foi a forma em que foi construída uma lavoura próximo a rodovia, de forma totalmente irregular, onde acabou trazendo toda essa quantidade de terra e lama para pista, interditando a mesma”, finalizou
Outros caminhões que tentaram caminhos alternativos pelo Linha Rio Bugre, também ficaram encalhados devido as chuvas e após o término da limpeza na SC 350, a máquina retirou os veículos.
Os pontos atingidos pelos alagamentos em Caçador foram os bairros DER, onde várias casas e inclusive a Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Caçador foi atingida e mais uma vez veículos e salas ficaram em baixo da água, ainda o bairro Bom Jesus, Martello, Berger, Gioppo e Bello.
No Martello, o muro de uma residência foi derrubado com a força da água, além de que casas e carros foram atingidos. No Bom Jesus, casas e comércios também foram invadidos pela água. Um comerciante disse que por volta das 2h15 ele foi até seu bar e nada havia acontecido, mas que por volta das 2h40, seu vizinho correu em sua casa para chama-lo e informou que o local estava sendo tomado pela água.
A Defesa Civil de Caçador ainda não tem maiores informações de maiores estragos, mas durante todo o dia desta terça-feira levantamentos estarão sendo feitos dos estragos registrados, mas Bisotto garante que foram grandes devidos o temporal.













Da Redação
Blog Zanatta News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com palavrões, ofensa moral, xingamentos ou que possa denigrir a imagem de alguém ou do blog não serão aceitos.