Presidente da ACR estará em Caçador

Hoje o setor florestal catarinense representa o 2o lugar no PIB do estado. Em muitos municípios o segmento é responsável por boa parta da geração de empregos e renda. Um exemplo é o município de Caçador, no meio oeste. 

De acordo com o Anuário Estatístico de Base Florestal para o Estado de Santa Catarina 2016, publicado pela Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), Caçador é a cidade que mais emprega mão de obra através do setor florestal, entre os municípios catarinenses. São cerca de 7 mil pessoas trabalhando diretamente neste ramo. A grande maioria atua na indústria madeireira; depois vem os segmentos de celulose e papel, móveis de madeira e silvicultura.
Para apresentar a importância do setor florestal na economia, e consequentemente no desenvolvimento social dos municípios catarinenses, a ACR promoverá um encontro entre a imprensa e o presidente da associação, Ali Abdul Ayoub, em Caçador.
O Café com o Presidente está marcado para o dia 09 de novembro (quarta feira), no auditório do SESI, a partir das 8h. Interessados devem confirmar presença com Bruno Ferreira pelo telefone (49) 3251-7306 ou pelo e-mail bruno@acr.org.br.

Sobre a ACR
A ACR congrega 35 importantes empresas que atuam diretamente no setor de base florestal em Santa Catarina. Em 2015 nosso estado exportou US$ 7,6 bilhões em produtos florestais. Dados do Anuário Estatístico de Base Florestal, mostram que no ano passado o segmento gerou mais de 92 mil empregos diretos para os catarinenses.
Outro destaque do setor é em relação ao meio ambiente. Juntas, as empresas associadas à ACR protegem uma área de aproximadamente 450 mil hectares dentro de Santa Catarina. 

Sobre o presidente
Ali Abdul Ayoub é diretor florestal na WestRock Brasil. Formado em engenharia mecânica, tem especialização em gerência de projetos (Fundação Getúlio Vargas); e em Papel e Celulose (Universidade Federal de Viçosa). Trabalhou na Trombini, entre 1991 e 1995 e depois na MWV Rigesa, atualmente incorporada pela WestRock.

Assessoria de Comunicação: Jornalista Davi Etelvino
Divulgação










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com palavrões, ofensa moral, xingamentos ou que possa denigrir a imagem de alguém ou do blog não serão aceitos.