Decisão do eleitor é soberana, avalia Cobalchini

O deputado Valdir Cobalchini (PMDB) avalia o resultado das eleições municipais em Caçador e região como a manifestação da vontade popular. “A decisão do eleitor sempre foi e sempre será soberana. Cabe aos vencedores administrar e cumprir com seus planos de governo, trabalhando pela população, e aos derrotados avaliar e ver onde erraram”, resume o deputado.


Sobre seu trabalho, avalia que não existe nenhuma alteração. “Sempre pauto a minha atuação em prol do desenvolvimento regional. Isso foi como secretário regional e como deputado estadual, independente de cada prefeito ou do partido ao qual pertença”, afirma Cobalchini. “A campanha política termina com a eleição. Depois é trabalho pela população. É para isso que somos eleitos”, justifica.
Nesta sexta-feira o deputado participa em Caçador de uma reunião com técnicos da Secretaria de Infraestrutura e empresários para definir a conclusão das obras do aeroporto. “O trabalho continua. Estou trabalhando no Governo do Estado para um grande programa de pavimentação em ruas da periferia de Caçador. Imagino que para o próximo ano vamos ter esses recursos e daí vamos definir com o prefeito eleito, Saulo Sperotto, quais as ruas que serão pavimentadas”, anuncia.
MAIOR DO ESTADO- As eleições de 99 prefeitos, 73 vice-prefeitos, 855 vereadores e as participações nas três eleições com segundo turno, com as candidaturas próprias do prefeito Udo Döhler em Joinville, e do deputado Gean Loureiro em Florianópolis foram destaques do balanço das eleições para o PMDB, apresentados pelo líder da bancada Valdir Cobalchini. “O PMDB registrou a marca de 1 milhão 124 mil votos, com a diferença de 361 mil votos para a segunda legenda mais votada pelos catarinenses”, afirmou o deputado.
“O PMDB chegou a quase 30 por cento dos votos válidos na eleição”, destacou Cobalchini, para quem a campanha curta e com poucos recursos se moldou às características do partido, que apresentou mais de três mil candidatos a vereador e 212 a prefeito. “Nosso time gastou sola de sapato e saliva para apresentar propostas e convencer o eleitor”, resumiu.

Cobalchini disse que a bancada estadual combinou  que irá redobrar esforços para auxiliar os candidatos que disputam o segundo turno, inclusive em Blumenau, onde o PMDB apoia o tucano Napoleão Bernardes. “Somos o único partido que pode chegar a eleger prefeitos em quatro grandes cidades, se conseguirmos vencer na Capital e em Joinville”, disse, lembrando as vitórias do ex-deputado Volnei Morastoni em Itajaí, e de Antídio Lunelli em Jaraguá do Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com palavrões, ofensa moral, xingamentos ou que possa denigrir a imagem de alguém ou do blog não serão aceitos.