Sobrinho e avô são presos suspeitos de estuprar jovens deficientes, uma engravidou

A Polícia Civil de Caçador prendeu nesta sexta-feira (23) um jovem de 20 anos suspeito de estuprar e engravidar sua tia, uma jovem também de 20 anos, deficiente e dependente completa.

O crime foi descoberto devido ao fato da vítima ter realizado alguns exames de rotina e em um dos exames constatou-se que ela estaria grávida de quatro meses.  Segundo informações da Polícia Civil, durante as investigações foi verificado que na família ainda tinha uma adolescente de 13 anos, muda, que também estava sendo vítima de estupro.
Acontece que enquanto diligências estariam sendo realizadas para a elucidação do caso o avô da menina de 13 anos foi preso em flagrante tentando abusar da própria neta, que é irmã do jovem preso nesta sexta-feira, suspeito de abusar de sua tia e filha do preso anteriormente.
Com a situação acreditava-se que o pai da vítima (jovem de 20 anos) seria o autor do estupro, porém após o nascimento da criança foi realizado testes de DNA, apresentando o sobrinho como pai do bebê, assim sendo representou-se pela prisão deste, tendo sido cumprida nesta sexta-feira. O homem, acusado de estuprar a menina de 13 anos, continua preso a cerca de seis meses.
Em seu interrogatório negou os fatos, porém confirmou que seu tio, pai das duas deficientes,  também praticava o crime, um acreditando que o outro seria pai do bebê, ambos forneceram o material genético para comparação.
Diante de tal situação a família procurou pela Delegacia de Proteção a Criança, Adolescente, Mulher e ao Idoso (DPCAMI) aonde se deu início às investigações, visto que não havia um suspeito. Todos os envolvidos moravam juntos na residência. O pai do bebê e sobrinho da vítima de estupro foi preso quando ele completou nove meses. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com palavrões, ofensa moral, xingamentos ou que possa denigrir a imagem de alguém ou do blog não serão aceitos.