Não aceita críticas? Problema seu! A nossa voz ninguém cala!

Nesta semana estreio minha coluna com um dos assuntos que quando não está gerando discórdia, está unindo antigos adversários: Política 2016 em Calmon.
Começo querido leitores contando a vocês sobre a tentativa frustrada de nos calar vinda da parte da coligação” O Trabalho Continua”, que tem como candidata a atual a prefeita de Calmon, Ivone e como vice o seu filho Jader. Você que acompanha o blog deve ter lido quando foi postada a Coluna de Opinião de Luiz Michel Zanatta com o título O desenho das eleições 2016 começa a aparecer”, nesta mesma, ele aborda vários temas inclusive como achou injusta a decisão da Justiça Eleitoral de não aceitar o pedido de Impugnação de Ivone e Jader (opinião da qual compartilho e concordo). Em outro momento do blog, postamos uma matéria sobre um áudio que um morador do interior de Calmon gravou após uma conversa com o Ex prefeito de Calmon De Geroni.
 Apesar de falarem incansavelmente que não fazemos diferença nenhuma e que nossa opinião não vale de nada, parece que tocamos a ferida da coligação, pois, no último sábado (17) fomos surpreendidos por uma notificação da Justiça Eleitoral sobre nossas postagens. Vemos que sim, nossa voz foi ouvida (lida neste caso) e não agradamos muito os membros da “turma do 12”...
No processo aberto pela coligação dos candidatos Ivone e Jader, eles pediam coisas absurdas , aliás, minha reação ao ler os documentos só foi uma: rir! Eles pediam além da retirada das matérias citadas a cima, o bloqueio dos perfis no Facebook do blog Zanatta News, de Luiz Michel Zanatta e o meu. Pedia-se também multa diária, difamação e mais algumas coisas do que costumo chamar de “baboseiras”.
O fim dessa história? Pois bem, depois que apresentamos nossa defesa, a Juíza julgou procedente apenas um dos pedidos feitos pela “turma do 12”, a retirada da matéria sobre o áudio contra o DG, pois na matéria não divulgamos o autor do áudio. Qualquer um com pouco conhecimento em Jornalismo sabe que ninguém é obrigado a divulgar as Fontes de Informação, por outro lado eu conheço o autor do áudio e poderíamos muito bem deixar a matéria no ar com sua autoria, mas optamos por retirá-la e não ferir a imagem de um amigo, cumprindo então a ordem judicial.
O resto dos ridículos pedidos? IMPROCEDENTE! Ninguém pode tirar a liberdade de expressão da imprensa! Somos livres! Eu já citei amigos que eu e meu esposo fomos citados em tal processo como cabos eleitorais contrários a Ivone e Jader? Quem tiver qualquer coisa indicando nosso envolvimento como cabos eleitorais de qualquer candidato calmonense que me apresente por gentileza, pois não estamos sabendo que possuímos tal cargo!
Eu ainda não entendo o porquê de tamanha mágoa da coligação contra minha pessoa! É só por eu expressar minha opinião política sem medo? Como mesmo citou a Juíza no processo, quando uma pessoa se submete a candidatura política deve estar preparado para críticas e opiniões contrárias também! Confira o print da parte do processo que a Juíza usa esta colocação:
Eu mesma nunca ofendi ninguém por causa de política, nunca desfiz amizades por esse motivo, essa prática aliás eu acho ridícula, passada as eleições estão todos ao beijos e abraços novamente! Porém em 90% das minhas postagem expressando minha opinião sou vítimas de ataques de várias pessoas do “outro lado”, hoje mesmo meus amigos recebi um print de um grupo de Whatssap da “turma do 12” falando mal sobre minha pessoa e sobre nosso blog, confira:
Todos sabem que sou criada nesta cidade, estou acostumada a ver a “turminha do 12” achar ruim e chamar de “categoria baixa” qualquer coisa ou pessoa que os contrarie, e ainda acham um exagero de minha parte chamar a atual administração de ditadura! Eu mesma provo do sabor da mágoa do querido DG desde o dia que tivemos uma conversa no gabinete da prefeita e ele notou que não sou uma seguidora que diz amém pra tudo que ele fala! Adoro ler a conversa “educada” que tive com o candidato a vice- prefeito Jader há 3 anos atrás, o qual, nunca foi de muitos sorrisos para a população.
Por fim deixo a vocês algumas partes da decisão da justiça sobre o processo aberto em nosso desfavor e digo que continuamos firme, com nosso trabalho, mostrando coisas boas e principalmente as falcatruas que acompanho há anos de minha querida Capital da Hospitalidade.
"Limitar a liberdade de expressão, sob qualquer forma que seja, revela incompatibilidade com a democracia". (Rodrigo Pinho, procurador geral de Justiça do Estado de São Paulo).
 



Por Daiane dos Santos



2 comentários:

Comentários com palavrões, ofensa moral, xingamentos ou que possa denigrir a imagem de alguém ou do blog não serão aceitos.