Em Caçador - Polícia prende quadrilha de furto de veículos na região

A Polícia Civil de Caçador em auxílio a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Joaçaba realizaram uma operação na manhã desta sexta-feira (5), em Caçador. O objetivo era prender uma quadrilha especializada em furto de veículos em pelo menos quatro municípios da região.

Segundo informações da Polícia Civil, na manhã desta sexta-feira, foram presos em Caçador Cristiano Moreira de Oliveira, 19 anos, Fábio Voytylaki, 21 anos e Emanuel Felipe Rodrigues, 20 anos, suspeitos do furto de uma Ford F1000 na cidade de Treze Tílias no último dia 12 de julho.

Ainda segundo a polícia, estes jovens são suspeitos de integrar uma quadrilha investigada por pelo menos seis outros furtos de veículos nas cidades de Catanduvas, Vargem Bonita e Ponte Serrada. Os mandados de busca e prisão foram expedidos pelo Juízo da Vara Criminal de Joaçaba em inquérito realizado pela DIC daquela cidade.
Ainda durante a investigação realizada pela DIC de Joaçaba, os indivíduos foram identificados através de câmeras de segurança. A audácia dos bandidos foi tanta que após o furto de um dos veículos, a moto usada nos crimes estava sendo vendida no facebook de um dos jovens presos em Caçador.
No pátio da residência de Cristiano foram encontrados pelo menos 10 veículos com indícios de adulteração, provavelmente objetos de furto/roubo que serão periciados pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) de Caçador. Ainda em baixo do colchão da casa do mesmo jovem os policias encontraram um revolver e munições, possivelmente usado nos crimes. 
A operação foi realizada no Cerro Bonito e Bairro Martelli e contou com o apoio de policiais das Delegacias de Erval Velho, Luzerna, Água Doce e SIC Catanduvas. Em Caçador o apoio foi dado por policiais da DIC e da Delegacia Regional, ao todo 18 agentes civis estão envolvidos nos cumprimentos de busca e apreensão.
Todos os detidos foram encaminhados a Delegacia de Polícia para prestarem depoimento e em seguida encaminhados ao Presídio Regional de Caçador, onde permanecerão a disposição da Justiça. 







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com palavrões, ofensa moral, xingamentos ou que possa denigrir a imagem de alguém ou do blog não serão aceitos.